Cooperar é uma extraordinária vantagem competitiva ! Entenda a razão aqui.

Cooperar é uma extraordinária vantagem competitiva ! Entenda a razão aqui.

Imagino que você está agora pensando algo assim: É impossível articular duas ações tão opostas como cooperar e competir! Aí você consulta um dicionário de sinônimos e lê: cooperar é apoiar, ajudar, auxiliar, socorrer, assistir, colaborar, contribuir. Depois, lê que competir é: disputar, rivalizar, concorrer, lutar, combater, brigar, litigar.
Ok! Então, você pensa: qual é a mágica?
Descubra agora mesmo que não há mágica, há lógica. Acompanhe tudo nos próximos 6 artigos do meu Blog.

 

Cooperar não é fazer um favor!

A maioria das pessoas entende que cooperar é simplesmente fazer um favor a uma outra pessoa, algo como uma gentileza, um ato isolado e unilateral. Por exemplo: você se dá conta que uma pessoa, a qual conhece bem, necessita isso ou aquilo, então você resolve fazer algo por ela. Suponha que você consegue ajudá-la, que a deixa satisfeita e muito grata por sua iniciativa. No entanto, será que essa gentileza, baseada numa bem intencionada adivinhação da necessidade alheia, é realmente cooperar? Você ficaria surpreso se eu lhe disser que esse favor é um “cooperar”… válido apenas no senso comum? Pois bem: mantenha essa revelação no prelo, por enquanto.

Cooperar não é colaborar!

Agora que você já sabe que fazer um favor a uma pessoa conhecida não é exatamente cooperar, talvez você esteja curioso para saber o que é cooperar. Calma aí…porque antes é preciso entender que ao realizar um trabalho conjunto com seu colega na empresa…, na maioria das vezes, isso também não é cooperar. Como assim???

Se você e seu colega estão planejando uma reunião semestral do departamento de vendas, por exemplo, é provável que tenham distribuído as tarefas por default, de modo que cada um dos dois consiga fazer a sua parte independente do outro. Vocês ganham tempo. E tempo é dinheiro… (será?).

No dia da reunião, vocês reúnem as partes planejadas e, ao final de toda a execução, ficam aliviados porque funcionou bem mais uma vez. Na verdade, vocês aproveitam para comemorar toda a cooperação, correto? Errado.

Vocês dois, de fato, co-laboraram, ou seja, laboraram lado a lado, mas em vias paralelas, sem realizar trocas atuais e coordenadas entre vocês, ou até mesmo com os demais participantes, em vários sentidos. Colaborar (co-laborar), nesse caso, funcionou bem para a partição e a delimitação de tarefas que vocês conseguem realizar “no automático”, especialmente para aquelas repetitivas ou que já se pré-definiram numa sequencia ordenada de ações…contudo, isso não é o mesmo que cooperar (co-operar). E por que é importante ressaltar isso? É que essa distinção entre colaborar e cooperar tem relevância e importantes implicações numa concepção sistêmica de funcionamento da vida e do mundo laboral alinhado ao século 21. E tem influência nos resultados! Prepare-se para ler o próximo post e compreender que cooperar é uma tremenda vantagem competitiva na vida em geral e no seu negócio.

NENHUM COMENTÁRIO

ENVIE UM COMENTÁRIO